5 Dicas Para Organizar O Setor De Finanças Da Sua Empresa De Eventos 1 8

5 dicas para organizar o setor de finanças da sua empresa de eventos

É muito comum que, com a rotina diária da empresa, o controle financeiro acabe sendo deixado de lado. Mas isso representa grandes riscos para a saúde da empresa e, principalmente, para o seu crescimento e sucesso.

Em empresas que prestam serviços de organização de eventos esse controle é um pouco mais complicado já que a cada evento é preciso realizar um planejamento específico que precisa ser seguido rigorosamente para não comprometer os custos gerais da empresa.

Se sua empresa está misturando as contas com o orçamento pessoal, você nem faz ideia sobre o que são indicadores e não sabe se terá capital para pagar os custos no próximo mês, precisa urgentemente arregaçar as mangas e entender o seu orçamento. Mas nem tudo está perdido e sempre há tempo de organizar as finanças e segurar as rédeas do orçamento da sua empresa.

Hoje você vai conhecer algumas dicas que ajudarão a assumir o controle financeiro do seu negócio e entender tudo o que pode ser feito para otimizar os lucros da empresa.

Exercite a disciplina e a organização

Essas são duas características que precisam fazer parte da personalidade de todo empreendedor para que ele tenha sucesso. É necessário que seja realizado um acompanhamento diário para garantir que os objetivos estão sendo atingidos. No caso da organizadora de eventos o controle é duplo, pois cada projeto precisa ser planejado, orçado e acompanhado diariamente para que os custos de mantenham dentro do programado, como se fosse um orçamento empresarial.

Empresas de grande porte precisam acompanhar com frequência indicadores-chave como faturamento, custos fixos, custo total, lucro nominal, margem de lucro e muitos outros fatores. No caso de pequenas e médias empresas, que são financeiramente mais frágeis, esse acompanhamento deve ser realizado semanalmente ou até todo dia, para antever possíveis problemas financeiros.

Separe as finanças pessoais das empresariais

Esse é um erro extremamente comum em pequenas empresas, principalmente nos negócios familiares. Por mais que a tentação seja forte e que pareça ser mais simples controlar tudo em uma única conta, a mistura desses orçamentos pode causar danos importantes para as finanças da empresa e para as pessoais também, caso a empresa não esteja saudável.

É essencial que seja combinado com os sócios as condições e períodos para realização de retiradas, impedindo que sejam feitas transferências de valores da empresa para o patrimônio pessoal a todo o momento.

Conheça os custos da sua empresa

A base de qualquer orçamento e planejamento financeiro é conhecer profundamente todos os custos e despesas da empresa. É essencial saber quais serão os gastos necessários para manter a empresa em funcionamento para assim identificar possibilidades de reduzir esses custos, quando possível, e também planejar o uso dos recursos de forma a garantir todos os pagamentos, sem sustos.

Nesse planejamento considere direitos trabalhistas, pagamentos a fornecedores, funcionários, estoque, e tudo o que for importante para manter a empresa ativa. O ideal é que haja um planejamento financeiro para os 12 meses seguintes.

Outro ponto importante é manter uma reserva financeira equivalente a, pelo menos, três meses de custos, para garantir uma folga caso haja algum imprevisto na empresa.

Utilize a tecnologia a favor da sua empresa

A tecnologia veio para ficar e oferece diversos recursos que facilitam a vida do empresário. Não aproveitar isso pode prejudicar o desempenho do negócio.

Utilizar um software de gestão empresarial, por exemplo, ajuda a controlar diversos recursos das empresas como estoque, cadastro de clientes, fluxo de caixa, orçamentos, recebíveis, pagamentos a vencer e até a emissão de notas fiscais eletrônicas. Tudo isso de maneira simples e fácil e ainda permitindo o acompanhamento das informações de maneira online, a qualquer hoje e em qualquer lugar.

No caso das empresas organizadoras de eventos a tecnologia também pode ajudar na divulgação do trabalho, na organização dos recursos, criando mais engajamento e publicidade, através do uso de plataformas específicas para essa finalidade.

Avalie os resultados

Após todo esse controle na empresa é essencial que os resultados obtidos sejam avaliados para compreender o negócio e otimizar o trabalho realizado. A avaliação e resultados garante que você tenha um retrato mais fiel da empresa e é essencial para facilitar o planejamento orçamentário do próximo período.


*Este artigo foi produzido pela GestãoClick.


Compartilhe esse conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *