9 Sinais Que Você Está Lidando Com Um Manipulador Emocional

9 sinais que você está lidando com um manipulador emocional

Todos nós sabemos como é ser manipulado emocionalmente. Pode ser extremamente efetivo, e é por isso que alguns indivíduos inescrupulosos fazem tanto

Alguns anos atrás, o Facebook, em conjunto com alguns pesquisadores da Cornell e da Universidade da Califórnia, conduziram um experimento em que intencionalmente jogavam com as emoções de 689 mil usuários ao manipular os feeds de notícias para que só vissem histórias negativas enquanto outros só viam histórias positivas. E por consequência, quando essas pessoas postavam algo sobre suas próprias vidas, elas eram altamente influenciadas pelas emoções que os outros mostravam.

O Facebook recebeu muitas críticas em um experimento, porque nenhum dos “participantes” não tinham concordado com o estudo. Talvez, mais assustador do que a gafe do Facebook, foi justamente o quão fácil as emoções das pessoas foram manipuladas. Até porque, se o Facebook pode manipular suas emoções só por reorganizar seu feed de notícias, imagine como deve ser muito mais fácil na vida real, uma pessoa em carne e osso sabe suas fraquezas e suas irritações. Um manipulador emocional pode destruir sua auto-estima e até mesmo fazer você questionar sua sanidade.

É exatamente porque a manipulação emocional pode ser tão destrutiva que é importante é conhecer isso na sua vida. Não é tão fácil como pode imaginar, porque manipuladores emocionais normalmente são bem habilidosos. Eles começam com uma manipulação leve e vão aumentando com o tempo, tao lentamente que você nem percebe que está acontecendo. Felizmente, é fácil sacar quando alguém está tentando te manipular emocionalmente se você souber o que analisar.

  1. Eles subestimam sua fé em seu próprio terreno de realidade

Manipuladores emocionais são ótimos mentirosos. Eles insistem que algo não aconteceu, quando na verdade aconteceu. E insistem que falaram ou fizeram algo, que não fizeram. O problema é que eles são tão bons no que fazem que você acaba questionando você mesmo. Ao insistir que o problema é algo da sua imaginação, é uma maneira poderosa de escapar do problema.

  1. Suas ações não batem com suas palavras

Manipuladores emocionais vão te falar o que você quer escutar, mas as ações deles vão dizer outra coisa. Eles prometem te apoiar, mas quando chega a hora “H”, eles agem como se fosse um pedido completamente absurdo. Eles te falam como tem sorte em conhecer você, e depois agem como se fosse um fardo. Isso é só uma outra maneira de te fazer duvidar da sua própria sanidade. Eles te fazem questionar a realidade como você a vê e mudam sua percepção de acordo com o que é relevante para eles.

  1. Eles são especialistas em se livrar da culpa

Manipuladores emocionais são mestres em equilibrar suas culpas em vantagem deles. Se você contar algo que está te incomodando, eles vão fazer você se sentir culpado por falar sobre isso. Se não, eles fazem você guardar isso para você mesmo e remoer. Quando você lida com manipuladores emocionais, qualquer coisa que fizer está errado, e não importa qual seja o problema que vocês tenham, eles colocam sempre a culpa em você.

  1. Eles tentam se passar por vítimas

Quando se trata de manipuladores emocionais, nada é culpa deles. Não importa o que eles façam – ou não façam – nunca é culpa deles. Alguém os fizeram errar, e normalmente, é você. Se você ficar irritado ou chateado, é sua culpa por ter expectativas surreais. Se eles ficam irritados, a culpa é sua por deixa-los assim. Manipuladores emocionais não se responsabilizam por nada.

  1. Eles exageram, muito cedo

Independente se é em uma relação pessoal ou profissional, manipuladores emocionais sempre parecem pular algumas etapas. Eles compartilham muito, logo no começo, e esperam que você faça o mesmo. Eles passam uma vulnerabilidade e sensitividade, mas é uma armadilha. Eles disfarçam as próprias atitudes para que você se sinta “especial” por estar entrando no circulo de amizades, mas é apenas um truque para que você se sinta culpado ou responsável pelas emoções deles.

  1. Eles são como um buraco negro

Qualquer que seja a emoção que eles estejam sentindo, esses gênios sabem sugar todos ao seu redor para que se sintam exatamente como eles. Se estão de mau humor, todos ao seu redor vão saber disso. Mas essa não é a pior parte: eles são tão articulosos, que não só todos vão saber como eles se sentem, mas vão sentir também. Isso cria um senso de responsabilidade para as pessoas, assim sendo obrigadas a melhorar o humor deles.

  1. Eles concordam em ajudar – e até se voluntariam – então, agem como um mártir

A princípio estão ansiosos em ajudar, depois isso se transforma em reclamações, murmurando e falando que seja o que for que concordaram, isso se transformou em um grande fardo. E se você der a eles uma saída para toda essa chateação que está causando, eles viram o jogo para você, garantindo que querem ajudar e que você está sendo paranoico. O objetivo? Te fazer sentir culpado, devendo, e talvez até um pouco louco.

  1. Eles sempre são melhores ou piores

Não importa qual problema você tenha, manipuladores emocionais tem problemas piores. Eles sempre subestimam suas reclamações ao lembrar que os problemas deles são piores. A mensagem? Você não tem nada o que reclamar, então fique calado.

  1. Eles sabem como te irritar e não hesitam em usar isso contra você

Manipuladores emocionais sabem seus pontos fracos, e eles são rápidos em usar esse conhecimento contra você. Se você está inseguro sobre seu peso, eles comentam sobre suas roupas ou sobre o que come; se você está preocupado com uma apresentação, eles mostram como essa apresentação pode ser intimidante e como podem te julgar. Eles tem total consciência das suas emoções, e usam isso para te manipular, não para te fazer sentir melhor.

Vencendo a manipulação

Manipuladores emocionais te deixam louco porque o comportamento deles é irracional. Não se engane – o comportamento deles vai além da razão, então porque você se permite responder a essas emoções e ser sugado por isso?

Quanto mais irracional e fora da curva alguém é, mais fácil tem que ser para você sair das armadilhas. Pare de tentar vence-los no próprio jogo. Se distancie emocionalmente e se aproxime como se fosse um projeto de ciências, onde você não responde para o caos emocional deles, apenas aos fatos.

Manter uma distância emocional requer atenção. Você não pode parar alguém de te irritar se você não souber quando isso acontece. As vezes você se vê em situações onde você vai ter que se reagrupar para seguir em frente. E tudo bem, você não deve ter medo de arriscar isso.

A maioria das pessoas acha isso difícil porque trabalham ou vivem com pessoas assim, e não tem controle desse caos. Isso não poderia estar mais errado. Uma vez que você identifica o manipulador, você começa a ver como o comportamento deles é previsível e fácil de compreender. Isso vai te ajudar a pensar racionalmente sobre quando e onde você tem que aturar eles e quando não. Você pode estabelecer limites, mas isso tem que ser feito conscientemente e proativamente. Se deixar as coisas acontecerem naturalmente, você está fadado a se ver em situações muito chatas. Se definir limites e decidir onde e quando pode conviver com a pessoa, você pode controlar grande parte do caos. O único truque aqui é seguir o seu planejamento e respeitar os limites quando as pessoas tentarem ultrapassar, e vão tentar.

Reúna tudo isso

Manipuladores emocionais vão subestimar seu senso de quem você é e vão te fazer duvidar da sua sanidade. Lembre-se: ninguém pode manipular você sem seu consenso e cooperação.

 

Fonte:http://www.spsconsultoria.com.br/index.php/2017/11/07/9-sinais-que-voce-esta-lidando-com-um-manipulador-emocional/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *