A contabilidade analisa os registros numéricos com a finalidade de avaliar de maneira total, o movimento, os valores e as quantidades geradas por uma empresa.

O comércio varejista é o setor que mais gera empregos no país, além de ser o que mais recebe empreendedores, sendo na sua maioria micro e pequenas empresas. A indústria é quem realiza o produto final e o comércio o adquire, o armazena e depois, o vende para o consumidor.

A contabilidade para comércio varejista é importante?

A análise contábil no comércio varejista é um instrumento importante, pois, com essa análise, é possível obter resultados melhores e mais precisos. E isso é um fator que faz toda a diferença em um estabelecimento comercial que quer se manter no mercado.

Ter um comércio não é apenas pegar o produto final e revendê-lo, é necessário ter conhecimento do negócio. Não há muitas diferenças entre a contabilidade de uma empresa industrial e de um comércio, tudo é como as operações se desenvolvem.

A contabilidade de custos do comércio varejista é a responsável para eliminar influências de fora da empresa que interferem nos lucros; fazer um controle dos recursos rentáveis da empresa, devido à inclusão de todos os tipos de custos e das produções distintas, com a ajuda da contabilidade de custos planificadas; fazer a planilhação do investimento e da produção; conseguir ter os dados mais precisos para fechar o ano comercial e fiscal.

Na área trabalhista, o comércio varejista deve agir de uma certa maneira com os seus funcionários, respeitando os direitos e deveres tanto da empresa como do funcionário e os cuidados que devem ser tomados a fim de evitar ações trabalhistas. Em períodos festivos onde há um aumento nas admissões, hora extra e adicional noturno, esse cuidado deve ser maior, pois as ações chegam a triplicar.

Onde a contabilidade mais pode ajudar o comércio varejista

O maior problema do comércio varejista, costuma ser o fluxo de caixa, pois deve-se controlar rigorosamente, selecionando os fornecedores e não levando apenas em consideração o custo, mas a relação da qualidade e prazos.

O valor do produto final não será o mesmo do produto que foi adquirido, pois há o acréscimo do frete e da armazenagem, que será proporcional ao tempo que o produto ficou armazenado e, no final, esse valor será dividido pela quantidade de mercadoria.

Por causa desse cálculo, o gestor deve levar em consideração:

  • O controle do estoque, pois quanto mais produtos armazenados
  • O valor, comprometendo o lucro da empresa.
  • O modo como as mercadorias chegarão ao cliente, pois somente após todos esses cálculos que será possível chegar ao preço de venda.

Além do controle real das finanças e pagamentos, é importante sempre buscar tomar melhores decisões e ter melhores investimentos, e sempre se manter atento e trabalhar com pessoas de confiança.

Por fim, é fundamental que os tributos da empresa sempre sejam pagos adequadamente, e sigam o melhor regime possível.

Sem o conhecimento adequado de contabilidade, é possível que você tenha gastos maiores do que você precisa na tributação, ou mesmo no estoque ou compra de produtos. Com os serviços da Sedan, você consegue economizar com os tributos de sua empresa e tomar decisões importantes com mais clareza e informações.