10para Imprimir

Protagonismo : 10 chaves para uma vida mais feliz.

As “10 chaves para uma vida mais feliz” são baseadas em uma análise das mais recentes pesquisas da área de psicologia e setores relacionados. O caminho de cada pessoa para a felicidade varia, mas evidências científicas sugerem que essas “10 chaves” consistentemente tendem a afetar de modo positivo a felicidade e bem-estar das pessoas.

As primeiras cinco chaves se referem a como interagimos com o mundo externo em nossas atividades diárias. Elas se baseiam nos “Cinco caminhos para o bem-estar” desenvolvidos pela New Economics Foundation, como parte do Foresight Project. As últimas cinco chaves são internas e dependem da nossa atitude em relação à vida.

 

Exterior: atividades diárias

  1. Exercício

Cuide de seu corpo

Nosso corpo e nossa mente são conectados. Permanecer fisicamente ativo nos deixa felizes e também faz bem para a saúde física. Isso instantaneamente melhora o humor e pode até nos tirar de uma depressão. Não precisamos correr maratonas — há coisas simples que todos podemos fazer para ser mais ativos a cada dia. Podemos também aprimorar nosso bem-estar se desconectando dos eletrônicos, indo para fora e garantindo que estamos dormindo o suficiente. (no site em inglês, ainda não há texto detalhado sobre esta chave)

  1. Relações

Conecte-se com pessoas

Relações pessoais são o fator mais importante que contribui universalmente para a felicidade. Pessoas com relações sociais fortes e amplas são mais felizes, saudáveis e vivem mais. Laços estreitos com família e amigos fornecem amor, sentido, apoio e aumentam nossos sentimentos de autovalorização. Redes de amigos mais amplas trazem um senso de pertencer. Então agir para fortalecer nossas relações e estabelecer novas conexões é essencial para a felicidade.

  1. Atenção

Note o mundo ao redor

Já teve a sensação de que deve haver algo mais na vida? Boa notícia: sim, há! E está bem aqui na nossa frente. Apenas precisamos parar e notar. Aprender a estar mais consciente e atento pode realizar maravilhas para nosso bem-estar em todas as áreas da vida — como em nossa caminhada para o trabalho, o modo como comemos ou em nossas relações. Fazer isso ajuda a nos afinarmos com nossos sentimentos e evita que fiquemos habitando o passado ou se preocupando com o futuro — então nos beneficiamos mais do dia-a-dia.

  1. Doação

Faça algo para os outros

Se importar com os outros é fundamental para nossa felicidade. Ajudar os outros é bom não apenas para quem recebe a ajuda, mas também nos torna mais felizes e saudáveis. Doar também cria conexões mais fortes entre as pessoas e ajuda a construir uma sociedade mais feliz para todos. E não se trata só de dinheiro — também podemos doar nosso tempo, ideias e energia. Então, se quiser se sentir bem, faça o bem!

  1. Aprendizado

Continue aprendendo novas coisas

O aprendizado afeta nosso bem-estar de diversas maneiras positivas. Aprender nos expõe a novas ideias e nos ajuda a continuarmos curiosos e engajados. Também traz um sentido de realização e ajuda a melhorar a autoconfiança e resiliência. Há muitas maneiras de aprender novas coisas — não apenas através da educação formal. Podemos compartilhar uma habilidade com um amigo, entrar em um grupo ligado a alguma atividade, aprender a cantar, fazer um novo esporte e muito mais. (no site em inglês, ainda não há texto detalhado sobre esta chave)

Interior: atitude na vida

  1. Propósito

Seja parte de algo maior

Pessoas com sentido e propósito em suas vidas são mais felizes, se sentem mais no controle e se beneficiam mais daquilo que fazem. Elas também experimentam menos estresse, ansiedade e depressão. Mas onde encontrar “sentido e propósito”? Pode ser nossa fé religiosa, o fato de sermos mães e pais, ou realizar um trabalho que faz a diferença. As respostas variam para cada um, mas todas envolvem estar conectado com algo maior que nós mesmos.

  1. Emoções positivas

Cultive sentimentos e valores construtivos

Emoções positivas — como alegria, gratidão, contentamento, inspiração e confiança — são ótimas não apenas no momento. Os novos estudos indicam que vivenciá-las regularmente cria uma “espiral ascendente”, ajudando a criar nossos recursos internos. Então embora precisemos ser realistas sobre os altos e baixos da vida, focar no lado bom de qualquer situação ajuda — o copo meio cheio em vez de meio vazio.

  1. Direção

Tenha objetivos em mente

Todos precisamos de objetivos para nos motivar e eles precisam ser desafiadores o suficiente para nos excitar, mas ao mesmo tempo precisam ser alcançáveis. Se tentarmos realizar o impossível isso trará estresse desnecessário. Definir metas ambiciosas mas realistas dá direção a nossas vidas e traz um senso de realização e satisfação quando as alcançamos.

  1. Resiliência

Encontre maneiras de reagir e continuar

Todos nós temos períodos de estresse, perda, falha ou trauma em nossas vidas. O modo como respondemos a isso tem um grande impacto em nosso bem-estar. Com frequência não podemos escolher o que nos acontece, mas podemos escolher nossa atitude em relação ao que surge. Na prática, não é sempre fácil, mas uma das mais excitantes descobertas dos estudos recentes é que a resiliência, como muitas outras habilidades, pode ser aprendida.

  1. Aceitação

Esteja confortável com o que você é

Ninguém é perfeito. Mas com frequência comparamos nossas falhas com as qualidades dos outros. A fixação em nossos defeitos — o que não somos ou temos, em vez do que temos — dificulta ainda mais a felicidade. Aprender a aceitar-se — com verrugas e tudo mais — e ser gentil consigo mesmo quando as coisas dão errado, aumenta a capacidade de desfrutar da vida, a resiliência e o bem-estar. Também ajuda a aceitar os outros como são.

“Corra atrás da sua própria felicidade, antes que ela corra para longe de você.” 

Nádia C. Thuller

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *